ATENDIMENTO POR WHATSAPP

Os atendimentos prioritariamente são feitos via Whatsapp ou email. É mais tranquilidade e comodidade para você escolher seu MAC.



Enviado com sucesso !
Verifique os campos marcados.
Ocorreu um erro !
* campos obrigatórios

Desejo receber e-mail ou SMS da MAC
ATENDIMENTO POR E-MAIL

Os atendimentos prioritariamente são feitos via Whatsapp ou email. É mais tranquilidade e comodidade para você escolher seu MAC.



Enviado com sucesso !
Verifique os campos marcados.
Ocorreu um erro !
* campos obrigatórios

Desejo receber e-mail ou SMS da MAC
ATENDIMENTO ONLINE

Os atendimentos prioritariamente são feitos via Whatsapp ou email. É mais tranquilidade e comodidade para você escolher seu MAC.



Enviado com sucesso !
Verifique os campos marcados.
Ocorreu um erro !
* campos obrigatórios

Desejo receber e-mail ou SMS da MAC

Obrigado pelo seu contato


Olá Cliente, sou o Consultor Especialista da MAC que irá atendê-lo. Em breve entrarei em contato via whatsapp e e-mail.
Se preferir, me ligue quando quiser para conversarmos sobre o empreendimento de interesse.



Neiva Guinami

CRECI: 121488
Cheguei ao mercado imobiliário depois da aposentadoria, acumulando 26 anos de carreira como gerente bancária. Adoro lidar com clientes, domino os procedimentos financeiros para aquisição de imóveis, sempre com muita seriedade e respeito. Formada em Administração de Empresas, e natural de Mirandópolis-SP, tenho uma filha morando no interior e gosto de visita-la sempre que possível, além de receber os amigos para jogar conversa fora, tomar um bom vinho e assistir peças de teatro e shows de MPB.

11 99203-0266
neiva@mac.com.br

Espaço MAC



Dicas, curiosidades e informações exclusivas.
Cinco curiosidades sobre o Grito do Ipiranga

Bairros

Cinco curiosidades sobre o Grito do Ipiranga

22/07/2016

Ouviram do Ipiranga às margens plácidas! O Bairro do Grito tem história de sobra, mas muitas delas sequer são verdadeiras -- ou pelo menos não são do jeito que a gente sempre ouviu. A partir do livro “1822”, de Laurentino Gomes (Editora Nova Fronteira), separamos alguns mitos e desmitificações sobre a proclamação da Independência do Brasil por Dom Pedro I à beira do riacho que dá nome a um dos bairros mais queridos de São Paulo. 

Quer saber que histórias são essas? Veja só...

Foi tudo igualzinho ao quadro famoso?
A pintura de Pedro Américo só foi concluída em Florença, na Itália, 4 anos depois da Independência. E na verdade, Dom Pedro I montava um burro mais resistente e bem menos glamouroso que esse cavalo lindo da imagem, estava vestido como um tropeiro e não em uniforme militar e sequer estava cercado pela cavalaria dos Dragões da Independência, que obviamente ainda nem existia. 

Por que o Ipiranga?
O coronel Marcondes, futuro Barão de Pindamonhangaba, registrou em suas memórias que D. Pedro estava com dor de barriga devido a algum alimento estragado que havia comido no litoral paulista, já que chegou ao Ipiranga após subir a Serra do Mar. O príncipe regente parou perto do riacho por motivos menos nobres, mas acabou dando o famoso grito ali mesmo. 

Mas e o quadro afinal?
Pra piorar, existe a  suspeita de que o quadro de Pedro Américo seja um plágio de “Napoleão em Friedland”, do pintor francês Jean Louis Messonier e exposta atualmente no Metropolitan Museum de Nova York. As pinturas são quase iguais, mas a brasileira é mais nova. Pois é. 

Tocou o Hino da Independência depois do Grito?
Claro que não! O hino foi composto por Dom Pedro, só que bem depois, usando o poema “Brava Gente”, de Evaristo da Veiga, como letra. Não houve nenhum clima épico ou grandes celebrações. A música executada naquela noite foi o Hino Constitucional Português, de Marcos Antônio Portugal, amigo e professor do príncipe regente. 

O grito foi ouvido em Lisboa imediatamente?
Nem adianta fazer as contas pela velocidade do som. Viajar do Brasil a Portugal demorava 2 meses de navio, o que significa que Dom João VI só ficou sabendo do Grito do Ipiranga dois meses depois, quando os mensageiros chegaram lá,. Lá do Tejo, ele reagiu imediatamente e mandou para cá as tropas portuguesas que travaram uma verdadeira guerra no Brasil até 1823. A independência só foi reconhecida por Portugal em 1825, mediante uma indenização de 2 milhões de Libras que Dom Pedro I negociou para evitar mais guerras. Mais de 5 mil pessoas morreram em todos os conflitos da independência, de acordo com Laurentino. 

E você sabia de todas essas curiosidades sobre o Grito do Ipiranga?





LEIA MAIS SOBRE

Bairros

Morar bem

Apartamento

Dicas


POSTS RELACIONADOS


  • Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2066 - 17° andar - Jardim Paulistano - São Paulo - SP -
  • Escritório: +55 11 3817-0080
    Relacionamento: +55 11 3817-0010
  • Copyright 2015, MAC Construtora e Incorporadora Todos os direitos reservados.
    Todas as imagens são meramente ilustrativas.
Enviado com sucesso !