5 coisas para se fazer na Santa Cecília

21 de setembro de 2015

Calçada da Fama
Na Rua Canuto do Val, um quarteirão com 5 bares administrados pela empresária Lilian Gonçalves, filha do cantor Nelson Gonçalves, concentra o burburinho que segue até altas horas sobre as estrelas inspiradas na Calçada da Fama de Hollywood, homenageando ídolos como Roberto Carlos. O karaokê Siga La Vaca e o Bar Biroska – Casa dos Artistas são garantia de animação. Rua Canuto do Val, do nº 08 até o 115, Santa Cecília
Um passeio por Higienópolis
A apenas 1,5 km do bairro, você pode encontrar os elegantes restaurantes, cafés e lojas da Praça Vilaboim e dos arredores do Parque Buenos Aires, em Higienópolis. Seguindo num agradável passeio a pé pelo bairro, vale prestar atenção a  ícones de diferentes escolas arquitetônicas de São Paulo, como o Edifício Louveira, de Vilanova Artigas, o Edifício Bretagne, de Artacho Jurado, e o Edifício Prudência, de Rino Levi com paisagismo de Roberto Burle Marx. Vale conhecer o Palacete da Dona Veridiana Prado, símbolo da elite paulistana do século 19. A poucos quarteirões dali está o Shopping Pátio Higienópolis.
Sala São Paulo
Do outro lado do Minhocão, em pouco mais de 1Km direção à Luz, a restaurada Estação Ferroviária Júlio Prestes guarda em si uma das melhores e mais belas salas de concerto da América Latina. Casa da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), o local recebe apresentações de músicos internacionais convidados e exibe programas para todos os bolsos, com destaque para as apresentações matinais aos domingos. Vinho e café acompanham. Praça Júlio Prestes, 16, Luz

Praça Roosevelt
Construída na década de 1960, ao lado da Igreja da Consolação, a Praça Franklin Roosevelt está totalmente reformada e é hoje uma das principais áreas de lazer e cultura do Centro. Tomada por skatistas e transeuntes durante o dia, à noite recebe o público de teatros como o Espaço Satyros e o Espaço Parlapatões, bares como o Papo, Pinga e Petisco, além de sebos, cafés e livrarias que viraram xodós entre boêmios, artistas e alternativos.  Dá pra ir a pé.

 

Edifício Itália
Projetado por Franz Heep na região da República, vizinha à Santa Cecília, o inconfundível prédio que celebra a imigração italiana já foi um dos mais altos da cidade. Com 165 metros de altura e 46 pisos, abriga hoje um teatro e escritórios além de um dos principais cartões postais de São Paulo, o Terraço Itália. Do restaurante ou do piano bar, que também recebe apresentações musicias, é possível ter uma das mais românticas vistas paulistanas.  Um clássico! Avenida Ipiranga, 344, República