Conheça as vantagens de trabalhar num coworking

20 de fevereiro de 2017

Seja para quem trabalha sozinho, para pequenas empresas ou para quem busca um respiro do escritório convencional, os espaços de coworking (escritórios compartilhados) são uma tendência crescente no mundo inteiro. São Paulo já tem centenas deles – em quase todos, é possível alugar lugares individuais ou coletivos por hora, por diária, por semana ou por mês, o que significa uma opção muito mais barata, flexível e prática para quem quer fazer negócios ou para quem trabalha remotamente.

A novidade é que os lançamentos residenciais também estão aderindo aos coworkings e oferecendo mais atrativos aos condomínios. As vantagens são muitas. Confira algumas delas!

 

1) Networking
Fazer contatos e trocar cartões faz parte da alma de qualquer negócio, seja para contratar ou para vender produtos e serviços. Coworkings costumam ter empresas e profissionais de diversas áreas, que podem ali conversar e até criar novos empreendimentos juntos. Seu vizinho pode ser seu futuro sócio, ou pelo menos agregar ao seu cotidiano com boas ideias para o seu negócio.

 

2) Convivência social
Quem trabalha sozinho, sobretudo em home offices, se queixa muito da solidão. Nos coworkings, é possível encontrar pessoas e até fazer novas amizades, deixando de lado aquele “visual pijama” de quem trabalha em casa.

 

3) Ideias arejadas
Trabalhar dentro do mesmo escritório e com a mesma empresa todos os dias pode viciar nossos pensamentos e engessar ideias, limando a nossa criatividade. Pela diversidade de pessoas e áreas de atuação, os coworkings promovem o contato com o diferente e podem promover uma mentalidade mais aberta.

 

4) Informalidade
Nada de ambientes muito formais, hierarquizados e com regras excessivas. Basta o bom senso e o respeito às regras do espaço para se vestir ou se portar. Os coworkings costumam ser um pouco mais relaxados e flexíveis, em que cada frequentador colabora com a manutenção do espaço (lavando sua própria xícara de café, por exemplo), com uma atitude não apenas mais livre, como também mais colaborativa.

 

5) Formalidade
Êpa, achou contraditório em relação ao último item? Foi proposital. É que quem trabalha sozinho(a) ou em home office, às veze sente falta do mínimo de formalidade que só um escritório separado de casa ou do barulho dos cafés com Wi-Fi, pode oferecer. Os coworkings são uma boa pedida: nem tão formal, nem tão informal e sério o suficiente para não atrapalhar seu foco e ajudar na sua disciplina.