Meditação Ganha Novos Segmentos da Sociedade

12 de abril de 2018

Cada vez mais pessoas usam da prática de meditação para trazer uma série de benefícios ao corpo e à mente. Esse crescimento é visível não só em pessoas que exercitam a meditação em suas casas ou em aulas particulares, numa vertente mais espiritualista, mas agora também em setores da sociedade onde a poucos anos atrás sequer sabiam explicar do que se tratava a meditação. Ela está alcançando o âmbito profissional, onde visa à melhora no foco e concentração dos profissionais das empresas e também nas escolas, onde trabalha com a ansiedade dos alunos.

Vale destacar que há mais de 30 anos, a técnica vem sendo estudada e utilizada pela medicina, na promoção da saúde e como abordagem terapêutica para inúmeras doenças. Isso por que a meditação é um exercício cerebral consciente, comprovado em imagens de ressonância magnética que mostra alterações no cérebro no momento em que é realizada.

Para além do estresse, evidências científicas mostram que a meditação é benéfica como abordagem terapêutica para vários transtornos psicossomáticos como a ansiedade, a depressão e problemas respiratórios e gástricos de fundo emocional. A aliança entre medicina convencional e a meditação tem se consolidado cada vez mais. Em uma pesquisa rápida pelo tema no ‘Google Acadêmico’, é possível notar o interesse da ciência pela relação meditação e saúde: são mais de 200 mil trabalhos com achados dos mais variados.

Confira um passo a passo para iniciar a prática da meditação:

  1. Escolha uma hora conveniente – meditação é essencialmente um momento de relaxar, então ela deve ser realizada totalmente à sua conveniência. Reserve um horário que você não será interrompido.

  1. Escolha um ambiente quieto – é importante buscar um ambiente onde você provavelmente não será incomodado.

  1. Sente-se confortavelmente – sua postura também faz diferença. Certifique-se de estar relaxado, confortável e pronto. Sente-se com a coluna ereta, relaxe os ombros e pescoço e mantenha os olhos fechados durante todo o processo.

  1. Tenha o estômago relativamente vazio – uma boa hora para meditar é antes das refeições. Entretanto, não se force a meditar se estiver com muita fome. Você  achará difícil, porque você pode ficar pensando em comida o tempo todo. Nesse caso, você pode meditar duas horas após a refeição.

  1. Respire profundamente – Respirar é também parte do processo de preparação para uma meditação mais fácil. Respire, inspire e expire.