Organizando a cozinha

19 de janeiro de 2016

Mais do que um local prático, versátil e limpo para colocar em prática seus talentos de mestre cuca ou simplesmente para matar a fome o mais rápido possível, as cozinhas de hoje retomam o lugar social, afetivo e de conversação que sempre tiveram nos lares brasileiros.

Organizar este cômodo tão importante da casa, no entanto, ainda é tarefa complicada para muita gente e mesmo os mais experientes podem ter dificuldades em buscar novas soluções.

Que tal dar uma olhada nessas dicas para facilitar o seu cotidiano na cozinha?

 

1. Separe objetos de uso diário e uso esporádico
Tudo o que você usa com maior frequência deve estar à mão, fáceis de localizar e pegar, sempre dentro do seu campo de visão. Louças utilizadas somente em jantares especiais, por exemplo, podem ficar na parte mais alta do armário. Afinal, você não vai querer subir em um banquinho para pegar acessórios básicos todo dia, né?

 

2. Setorize os objetos
Crie uma ala para os eletrodomésticos, outra para panelas, para as louças, copos, talheres, para os demais utensílios e para cada tipo de alimento. Cada coisa em seu lugar, sem mistura e sem bagunça! Vá empilhando pratos e assadeiras de acordo com o tamanho e o tipo de material. Tábuas de corte e assadeiras podem estar em posição vertical para ganhar espaço.

 

3. Rotule e identifique
Difícil encontrar todos os mantimentos, condimentos e temperos separados em diferentes potes? O mercado dispõe de opções de recipientes para todos os bolsos e gostos. Basta optar por potes transparentes e já rotulados — “arroz”, “feijão”, “açúcar”, “sal” — ou brincar com etiquetas e adesivos sobre as peças. Você nunca mais vai precisar abrir todos os potes até encontrar o de orégano ou confundir amido de milho com farinha branca.

 

4. Use prateleiras e gavetas grandes
Prateleiras grandes podem te ajudar a administrar e aproveitar melhor os espaços, além de facilitar sua vida na hora de encontrar o que precisa. Opte por elas no armário embaixo e acima da pia ou da mesinha da cozinha e disponha os potes e utensílios setorizados sobre elas.

 

5. Deixe espaços disponíveis
Evite “entulhar” a cozinha toda com objetos jogados ou fora de lugar. A pia e a mesa da cozinha precisam ter plataformas livres para você trabalhar. Não use esses espaços para guardar utensílios! Na bancada, deixe apenas o que for realmente usual e necessário.

 

6. Aproveite as paredes
Panelas e utensílios, principalmente os mais estilosos e os de uso mais frequente, merecem ficar expostos e à mão. Que tal aproveitar as paredes próximas aos armários e pia para instalar ganchos e manter panelas e utensílios à mostra?

 

7. Os objetos de plástico
Reúna todos os potes e verifique se todos têm tampa. Escolha uma parte do armário que caibam todos. Você pode guardar tampados ou abertos, sempre um dentro do outro. As tampas também podem ser agrupadas em um pote maior ao lado dos potes abertos.

 

8. Na geladeira…
Na parte de cima, o que estraga com mais facilidade. Nas prateleiras mais baixas e do meio, os alimentos prontos. Limpe-a a cada 15 dias e não se descuide do prazo de validade dos alimentos.

 

9. Desapegue!
Deixamos esse item por último, mas tudo começa por aqui. O que está sem uso merece ser doado, descartado ou reciclado. Tenha sabedoria, exercite o desapego e não acumule objetos à toa! Racionalize o que merece espaço em sua casa e sua vida.

 

10. Mas como reciclar?
Reaproveite o que iria para a lata de lixo. Sabe aquelas latas aparentemente sem utilidade? Que tal encapar e dar a elas uma nova utilidade como guardar utensílios, colheres de pau, etc…? São várias as possibilidades, dê asas à imaginação!