Wallpaper

Qual andar de apartamento é mais valorizado: tire suas dúvidas

Qual andar de apartamento é mais valorizado: tire suas dúvidas

Vamos desvendar o intrigante mistério: qual andar de apartamento é mais valorizado? Essa questão vai muito além da altura; envolve visões deslumbrantes, privacidade, acessibilidade e até mesmo fatores culturais. 

 

Prepare-se para entender por que o “andar certo” pode fazer toda a diferença. Não perca nenhum detalhe, continue a leitura e descubra como encontrar o seu lugar perfeito na altura ideal para você e seus sonhos. 

Por que os apartamentos possuem valores diferentes por andar?

A precificação dos valores por unidades nos edifícios é um cálculo  complexo, e o valor de um apartamento muitas vezes leva em consideração inúmeros fatores. 

O preço dos apartamentos não é apenas determinado pela metragem quadrada. A altitude relativa, vistas panorâmicas, exposição solar e, claro, a tão desejada privacidade, todos desempenham papéis na formação desse intrincado mosaico de precificação.

 

À medida que os andares sobem, encontramos a promessa de vistas mais deslumbrantes e uma maior sensação de exclusividade. Aquele apartamento no último andar, envolto em tranquilidade e afastado do burburinho, muitas vezes se torna a joia mais cobiçada.

Como funciona a diferença de preço entre andares?

 

A diferença de preço entre andares é um jogo de equilíbrio entre demanda e oferta e quando se trata da diferença de preço entre os andares de um edifício, adentrar esse universo é como decifrar um código exclusivo do mercado imobiliário.

A explicação para essa variação de valores é uma mistura de vários fatores, desde de visão panorâmica, incidência de luz natural, grau de privacidade a outros elementos que moldam a experiência de morar. 


Andares intermediários oferecem um compromisso entre vistas e acessibilidade, enquanto os últimos andares, mais valorizados, refletem a busca incessante por exclusividade e uma experiência de vida singular. Portanto, a variação de valores revela-se como um reflexo do desejo humano por singularidade e conforto. 

O que impacta na valorização do andar do imóvel?

Essa pergunta deve considerar aspectos importantes na experiência de moradia, que vão além dos metros quadrados e do design. Vamos explorar os fatores que sutilmente interferem no preço de um apartamento, desvendando os segredos que tornam cada andar único. 

Vista

A primeira consideração na valorização do andar é a vista. Apartamentos com panoramas deslumbrantes, abraçando a cidade ou natureza, são como obras de arte únicas e muito desejadas. Quanto mais elevado o andar, mais possibilidades de ampliar o horizonte e mais apreciada se torna essa exclusividade visual.

Iluminação

A luz natural é o tesouro do mundo imobiliário. Andares mais altos, muitas vezes, têm uma fatia maior dessa joia. A iluminação generosa, que circula pelo passar do dia nos andares superiores, é um atributo valioso que ilumina não só os cômodos, mas também o valor do imóvel.

Ventilação

Andares superiores são frequentemente banhados por brisas mais frescas e uma sensação constante de ar livre. Essa ventilação natural, um luxo sutil, ganha destaque na valorização no imóvel.

Privacidade

A altitude muitas vezes traduz-se em isolamento do burburinho da rua e dos olhos dos vizinhos. Privacidade é uma moeda de ouro nos andares superiores, onde as preocupações urbanas são reduzidas e a tranquilidade ganha destaque.

Barulho

O andar certo pode ser a diferença entre serenidade e perturbação. Altura muitas vezes significa distância dos ruídos urbanos, proporcionando um refúgio tranquilo nos andares mais elevados.

Qual andar é menos barulhento?


É mais comum que os andares mais elevados sejam menos suscetíveis a ruídos externos, proporcionando um ambiente mais tranquilo. Isso se deve à distância maior em relação ao tráfego urbano, barulhos da rua e possíveis movimentações nos andares inferiores.

Entretanto, é importante considerar que os andares intermediários podem ser uma opção equilibrada, oferecendo uma boa vista e, ao mesmo tempo, minimizando os eventuais ruídos do térreo. Cada andar possui suas vantagens e desvantagens quanto ao barulho, por isso, é essencial entender as preferências pessoais e o estilo de vida na hora de fazer essa escolha.

Modelo da planta

A escolha do modelo da planta do apartamento também desempenha um papel crucial na questão do barulho e na qualidade de vida. Alguns pontos a considerar são:

  • Distribuição dos cômodos: Optar por uma planta que coloque os espaços mais tranquilos, como quartos e salas de estar, longe de áreas barulhentas, como corredores e áreas comuns, pode reduzir significativamente os impactos sonoros.
  • Paredes compartilhadas: Avaliar a disposição das paredes e verificar se os quartos compartilham paredes com áreas de maior movimento, como escadas, elevadores ou áreas de lazer, pode influenciar diretamente nos níveis de ruído.
  • Janelas e isolamento acústico: Modelos de planta que consideram a instalação de janelas anti-ruído e sistemas de isolamento acústico nas paredes são vantajosos para minimizar a entrada de sons externos.
  • Layout flexível: Plantas que permitem certa flexibilidade no layout, possibilitando ajustes como a inclusão de elementos isolantes, podem ser uma opção interessante.

 

Ao escolher seu apartamento, é essencial visitar o local em horários diferentes, analisar a planta com atenção e, se possível, conversar com moradores para obter insights sobre a experiência com o barulho. Cada detalhe na planta pode influenciar na convivência diária, tornando fundamental uma decisão informada e alinhada às suas expectativas.

Quanto mais alto o apartamento, mais ele será valorizado?

Em geral, a resposta dessa pergunta é sim. Mas embora a altura de um apartamento possa influenciar seu valor, ela é apenas um dos muitos fatores considerados no mercado imobiliário.

A valorização real dependerá de uma combinação de elementos, e a escolha ideal dependerá das preferências e prioridades individuais do comprador.

Como escolher o andar do apartamento?

Escolher o andar certo para seu apartamento é uma decisão crucial, moldando sua experiência de moradia. Vamos explorar os benefícios e os aspectos menos favoráveis das opções.

Andares baixos

Benefícios dos andares baixos:

  • Acesso rápido e fácil: Andares mais baixos geralmente significam um acesso mais rápido aos elevadores, proporcionando praticidade, especialmente em horários de pico.
  • Segurança em casos de emergência: Em situações de emergência, como evacuações, os andares mais baixos oferecem uma rota de fuga mais direta e rápida em comparação com os andares superiores.
  • Menor exposição ao vento e variações climáticas: Apartamentos em andares mais baixos são menos suscetíveis a fortes correntes de vento e podem manter uma temperatura mais estável, o que pode ser vantajoso em diferentes estações do ano.

Quais os pontos negativos dos andares mais baixos?

  • Barulho
    Apartamentos em andares baixos podem estar mais expostos a barulhos de tráfego e atividades na rua, além de potencialmente enfrentar mais poluição.

  • Pouca incidência de luz e corrente de ar
    A vista, luz e correntes de ar de apartamentos em andares baixos podem ser obstruídas por edifícios vizinhos ou obstáculos, o que pode afetar a sensação de abertura e luminosidade.

  • Problemas estruturais
    Andares mais baixos podem ficar mais expostos a vulnerabilidades externas ou de estrutura, comprometendo a qualidade de vida dos moradores.

Andares altos

Benefícios dos andares mais altos:

  • Vista Panorâmica: Apartamentos em andares mais altos frequentemente oferecem vistas deslumbrantes da cidade, proporcionando um ambiente mais sereno e esteticamente agradável.

  • Menos Ruído da Rua: Estar longe do nível da rua pode reduzir significativamente o ruído do tráfego e atividades externas, criando um ambiente mais tranquilo e silencioso.

  • Privacidade Aprimorada: Andares superiores normalmente têm menos visibilidade externa, garantindo maior privacidade para os moradores.

Quais os pontos negativos dos andares mais altos?

 

  • Dificuldades na mudança
    Mudar-se para andares altos pode ser desafiador devido à necessidade de transporte vertical de móveis e pertences. Escadas estreitas e elevadores limitados podem dificultar o processo.

  • Mais poeira e ventanias
    Andares mais altos estão mais expostos a ventos e partículas de poeira. Isso pode resultar em uma maior quantidade desses elementos no apartamento, demandando uma rotina de limpeza mais frequente.

  • Elevadores
    Em edifícios altos, a demanda nos elevadores é maior, levando a tempos de espera prolongados, especialmente durante os horários de pico. Isso pode ser uma consideração importante para quem valoriza a eficiência e a rapidez.

  • Preço

Geralmente, apartamentos em andares mais altos têm preços maiores. Isso pode impactar significativamente o custo de compra ou aluguel, tornando-os menos acessíveis para alguns compradores.

 

Se mude para o andar de sua preferência com a ajuda da MAC


Escolher o andar certo é uma decisão que impacta diretamente seu conforto e qualidade de vida! Os especialistas da MAC entendem que esse é um passo significativo, e estamos aqui para te ajudar a tornar esse sonho uma realidade com decisões assertivas. 

 

Com nossa experiência no mercado imobiliário e compromisso em compreender as necessidades individuais, estamos prontos para encontrar as oportunidades ideais que se alinham ao seu estilo de vida. 

 

Seja nos andares mais altos com vistas deslumbrantes ou nos andares mais baixos com conveniência imediata, a MAC está comprometida em tornar a jornada de encontrar seu lar perfeito uma experiência gratificante. Viva no andar que reflete seus sonhos, e conte conosco para encontrar o imóvel perfeito para você.

    Compartilhe:

    Você também pode gostar

    Bairro Santo Amaro,apartamento Raiz São Paulo Parque Resort MAC
    Praça por do sol-pinheiros-MAC Pinheiros
    bairro campo belo